Hackers tiram do ar sites do governo brasileiro

22-06-2011 19:57

 

22/6/2011 - Portal Terra

Hackers tiram do ar sites do governo brasileiro

 


O grupo brasileiro autodenominado LulzSecBrazil, vinculado ao grupo internacional LulzSec ("rindo da segurança", em tradução livre), assumiu no Twitter, na madrugada desta quarta-feira, ter tirado do ar os sites da Presidência da República (www.presidencia.gov.br) e do governo federal (www.brasil.gov.br). "esta abaixo os seguinte alvos http://t.co/HYGPWfv & http://t.co/ptzPCJw se voce e capaz? Embarque conosco! (sic)", postou o grupo no Twitter por volta da 1h.

O funcionamento dos dois sites, derrubados no início da madrugada, só foi retomado por volta das 3h. O mesmo se passou com os sites da Previdência e do Tribunal Regional Federal da 3ª Região do Mato Grosso do Sul, que também chegaram a indicar erro.

Em seu site na internet, o grupo brasileiro afirma que sua missão "é declarar guerra aberta contra todos os governos, bancos e grandes corporações do mundo. Eles estão convocando todos os hackers do mundo para se unirem ao propósito. O objetivo é expor corrupção e segredos obscuros". E faz ameaça: "Imagine ver o orçamento sigiloso para a Copa do Mundo sendo exposto contra a vontade do governo brasileiro".

A conta do grupo no Twitter foi aberta no dia 18 de junho. O segundo post foi: "Se conseguirmos 1.000 followers até amanhã, iremos invadir o www.brasil.gov.br". Nesta quarta-feira, o grupo já contava com 1.530 seguidores.

No dia 19, o grupo postou: "Pelo o que pude notar, a mídia já está com olhos voltados para o #LulzSecBrazil... e olhem que está apenas começando...", acrescentando pouco depois: "De acordo com análises feitas recentemente, o site do governo não é tão fraco quanto eu achava. Mas a investida continua...".